Product was successfully added to your shopping cart.
  • ADS014.jpg ADS014.jpg

Grappa Reserva de Moscato envelhecida em barris de Ilha da Madeira

Descrição Rápida

Destilado típico italiano, obtido das cascas de uva do tipo moscatel (Moscato). Passa por um duplo processo de envelhecimento, em barris de carvalho e depois em barris de vinhos da Ilha de Madeira, absorvendo assim o seu gosto frutado e rico. Ideal após uma refeição completa, com o café ou como digestivo.

500 ml

Disponível: Em estoque

R$ 375,36

Detalhes

As especiais Grappa Riserva di Moscato e dos outros vinhedos piemonteses, depois de já maturados por um longo período em barris de madeira de “rovere”, são posteriormente transferidos para barris provenientes da Ilha da Madeira de Portugal, depois de já terem sido utilizados em sua origem para o envelhecimento do famoso vinho português. Esse tipo de técnica de envelhecer a Grappa em barris de vinhos da Ilha da Madeira, foi utilizada pela Sibona de maneira pioneira – já fora utilizado, por exemplo, pelas destilarias de whisky, obtendo resultados excepcionais do ponto de vista de excelência em qualidade. Perfume envolvente, sabor frutado e muito rico, refinado e com retrogosto floral, lembram muito os vinhos da Ilha da Madeira que já repousaram nesses barris.

Distilleria Sibona Spa

Via Castellero, 5
12040 Piobesi D'Alba (CN)
Italia 
Tel. ‭+390173614914 

www.sibona.com.br

A Antica Distilleria Domenico Sibona é uma empresa piemontesa, nascida há cerca de 100 anos no centro da importante zona vinícola de Alba. É uma destilaria histórica, que possui a primeira licença em destilação emitida pela U.T.F (órgão italiano que supervisiona todas as operações realizadas em destilarias), por isso o “N° 1” ostentado em seu logo.
Isso é sinônimo de um grande passado e prestígio, bem como de qualidade.

Distilleria Sibona

Piemonte

Seu nome significa “aos pés dos montes”, justamente porque a região se encontra aos pés dos Alpes. O Piemonte se estende por 25 mil km2, uma área um pouco menor que o estado do Alagoas. Sua capital é a cidade de Torino, que no passado foi a cidade do rei da Itália e a primeira capital do Reino da Itália (entre 1861 e 1865). Hoje, Torino é a quarta maior cidade do país em termos de população. Passando pela planície Padana e por muitas regiões montanhosas, o Piemonte também é agraciado por lagos e rios, entre os quais o famoso Po. Em termos gastronômicos, a região é famosa por suas avelãs, seus chocolates, entre os quais o famoso gianduia (mistura de chocolate e avelã) e seus cogumelos, especialmente os porcini e as trufas. Além disso, no Piemonte se encontram excelentes vinhos, como o Barbera, o Nebbiolo e il Barolo, e grappas de alta qualidade, derivadas da casca desses mesmos tipos de uva.